Fique longe das ações das cias aéreas

O mercado parece estar animado com os papéis da cia aérea Gol. Suas ações preferenciais – GOLL4 – subiram 53% entre 31 de julho e 22 de outubro de 2013. Há razão para tanto otimismo? As ações das empresas aéreas são apropriadas a qualquer perfil de investidor?

Os analistas começam a projetar incremento da margem operacional da Gol para cerca de 3% em 2013 comparada a -12% em 2012. Uma melhora considerável que terá impacto positivo sobre a geração de caixa. Mas essa notícia merece uma aposta na ação?

Em 1995, após um investimento fracassado na USAir, Warren Buffett disse: “Francamente, nenhuma operadora de transporte aéreo é um negócio maravilhoso”. Apesar de decorrido tanto tempo, a máxima parece ainda fazer sentido.

Apesar da melhora recente, o modelo de negócio das aéreas é complexo. Como disse o consultor técnico da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Adalberto Febeliano, na reportagem “Taxa de retorno de investimentos das aéreas é a mais baixa”, do Valor Econômico de 15 de julho de 2013, boa parte das despesas de uma companhia aérea como tributos, infraestrutura portuária e combustíveis independe da decisão do gestor. Além disso, há o câmbio. 70% dos custos da Gol, como, por exemplo, combustíveis e aluguéis de aeronaves, são influenciados por ele, uma variável exógena à companhia. Se ao menos as passagens fossem dolarizadas haveria uma compensação. Mas não é o caso, pois o grosso da receita da companhia provém de voos domésticos.

Segundo estudo da consultoria McKinsey para a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata), o grupo das 61 maiores companhias aéreas no mundo apresentou a menor taxa de retorno aos acionistas entre 2004 e 2011 de um universo de 29 setores:  4%. Os campeões foram software e bebidas com 20% e 18%, respectivamente.

A Secretaria da Aviação Civil consciente do problema e da importância do setor para a economia tem estudado um pacote para beneficiar as empresas.

Em um cenário tão confuso não causa surpresa que as ações da Gol negociem a cerca de metade da cotação por ação de dez anos atrás (R$ 28). Além disso, a volatilidade de GOLL4 é muito alta. Considerando-se a variação diária das ações da aérea nos últimos três anos, a máxima em único dia foi de 17,8% e a mínima de -21,6%, enquanto as do Ibovespa foram 5,1% e -8,1%, respectivamente. Perceba no gráfico abaixo como as variações diárias da Gol (em azul) suplantam as do Ibpovespa (em vermelho) na maior parte do tempo.

gol

Um amigo, pronto para voltar ao Rio após um fim de semana em Petrópolis, falou em tom jocoso: “Tomara que a descida da serra esteja com bastante neblina e com pista escorregadia”. Sob o olhar assustado das pessoas, arrematou em seguida: “Gosto de viver perigosamente”.

As ações de aéreas são boas para analistas gráficos, para os que gostam de operar observando o fluxo de notícias (o “newsflow”, em inglês) ou para o meu amigo. Se você não se encaixa nesses perfis, fique fora das ações das aéreas. Warren Buffett lhe fará companhia.

Termos de Uso

As análises, opiniões, premissas, estimativas e projeções feitas neste blog são baseadas em julgamento do analista responsável e estão, portanto, sujeitas à modificação sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. O analista de investimento responsável por este blog declara que as opiniões contidas neste espaço refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia analisada ou fundos e foram realizadas de forma independente e autônoma. As opiniões contidas neste espaço podem não ser aplicáveis para todos os leitores devido aos diferentes objetivos de investimento e situação financeira específica. O autor não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizados por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações. Toda e qualquer decisão de investimento baseada nas opiniões aqui expostas é de exclusiva responsabilidade do investidor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.