Após a alta recente, a bolsa está cara?

Na última semana, o Ibovespa apresentou alta de 5%. Após essa forte recuperação, a bolsa brasileira ficou cara ou ainda existe espaço para apreciação? O múltiplo P/L (preço por lucro) do Ibovespa pode ajudar a responder a essa questão.

Calculei o múltiplo P/L (preço por lucro) do Ibovespa dos últimos cinco anos. Utilizei os lucros das empresas que compõem o Ibovespa projetado para os 12 meses seguintes, ponderando-os pela participação de cada ação no índice. Os lucros projetados referem-se ao consenso dos analistas de mercado coletados pelo sistema de análise fundamentalista S&P Capital IQ.

O leitor mais atento pode ter notado que o título do artigo contém uma imprecisão. Para o cálculo do múltiplo utilizei os lucros das empresas componentes do Ibovespa e não os lucros de todas as companhias abertas. O índice não é a bolsa brasileira e, sim, apenas parte dela. Embora seja tido como um referencial do mercado acionário brasileiro, ele apresenta algumas deficiências como a concentração em empresas cíclicas e em estatais. Assim, nos últimos anos, os fundos “ações livre”, nos quais os gestores possuem discricionariedade para a  escolha dos ativos, têm batido com folga o Ibovespa. Feita essa ressalva e olhando-se o comportamento do múltiplo P/L nos últimos anos, podemos dizer se o Ibovespa (e não a bolsa brasileira) está caro ou não.

TESTE

Com a alta da última semana, o P/L do Ibovespa (10,39 vezes) encostou na média dos últimos cinco anos (10,47 vezes). O índice recuperou-se após tocar em 9,35 vezes (a média menos 1 desvio padrão) em 14 de março. É importante notar que o gráfico apresentou forte oscilação no período analisado, atingindo o pico de 13,57 vezes em janeiro de 2010 e o menor valor de 7,35 vezes após o rebaixamento do “rating” dos EUA em agosto de 2011.

Apesar de o P/L ter se aproximado da média dos últimos cinco anos, não pode se decretar que o Ibovespa esteja precificado. Primeiro porque o mercado está pessimista com o crescimento da economia brasileira para 2014. Contudo alguns indicadores macroeconômicos têm vindo mais fortes do que o esperado. Logo, caso o maior crescimento se confirme, pode se esperar uma revisão dos lucros das empresas para cima, reduzindo o múltiplo. E segundo, os investidores têm dado um maior desconto para a bolsa brasileira devido ao maior intervencionismo do governo Dilma Roussef que reduz a governança corporativa das estatais e produz reflexos sobre os setores regulados, como o elétrico. Dessa forma, a possibilidade dos candidatos de oposição vencerem o pleito presidencial em outubro pode ocasionar uma aumento do múltiplo do Ibovespa. Esse fenômeno é conhecido como “expansão do múltiplo”, ou seja, depois de removidas as causas que deprimem o indicador, o desconto dado pelo mercado diminui, fazendo com que as ações passem a negociar com múltiplos maiores.

Termos de Uso

As análises, opiniões, premissas, estimativas e projeções feitas neste blog são baseadas em julgamento do analista responsável e estão, portanto, sujeitas à modificação sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. O analista de investimento responsável por este blog declara que as opiniões contidas neste espaço refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia analisada ou fundos e foram realizadas de forma independente e autônoma. As opiniões contidas neste espaço podem não ser aplicáveis para todos os leitores devido aos diferentes objetivos de investimento e situação financeira específica. O autor não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizados por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações. Toda e qualquer decisão de investimento baseada nas opiniões aqui expostas é de exclusiva responsabilidade do investidor.

 

4 Comentários

  1. Olá André, a análise parece perfeita. O título sugere uma resposta objetiva porém não tenho a tecnicidade para ter a certeza da conclusão via leitura das variáveis. Ou seja, ainda está barata?

    Grata!

    1. Oi Ana
      Cara ela não está. A esse nível é um ponto interessante para entrar, Mas como o índice atingiu o múltiplo médio dos últimos anos, pode ser que os investidores esperem notícias positivas sobre crescimento econômico e pesquisas eleitorais para iniciarem novas compras.

      Abraço

      André Rocha

  2. Na minha opinião, 12 é caro para um país com alta inflação que é o caso do Brasil. E 5 anos é um tempo insignificante quando se trata de bolsa de valores. E para esse tipo de análise, seria imprescindível comparar o PL do ibovespa com o PL dos países desenvolvidos: estados unidos, países europeus, japão, austrália. (Já que há distorções mercadológicas na china, rússia e índia, não pode-se tirar muita conclusão da comparação com estes países)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.