Monthly Archives: dezembro 2012

Excesso de oferta de ações pode prejudicar o mercado

A principal função do mercado acionário é servir como fonte de financiamento para as companhias. Desde 2004, a bolsa de valores brasileira tem atendido a este propósito tanto em aberturas de capital como em ofertas de ações subsequentes. Mas tal como um remédio, as ofertas subsequentes devem ser usadas com critério. O uso indiscriminado dessa alternativa pode causar danos ao mercado ao diluir seguidamente o minoritário, minando sua confiança no mercado acionário.

Continuar lendo

Quais as reais intenções da Ambev?

A companhia de bebidas anunciou uma reorganização societária de forma a unificar sua base de ações ordinárias e preferenciais em apenas uma classe – as ordinárias. Dessa forma, as ações preferenciais (AMBV4) serão convertidas em votantes (AMBV3). A operação é um inegável avanço em governança corporativa, alcançando o lema “uma ação, um voto”. Mas o mercado especula se não haveria outra intenção por trás da iniciativa.

Continuar lendo

A bolsa de valores além da Petrobras

“A bolsa de São Paulo fechou o dia…” É assim que a mídia noticia o desempenho do mercado acionário brasileiro, associando a “bolsa” ao seu principal índice, o Ibovespa. O indicador vem tendo um desempenho modesto em 2012. Mas a “bolsa brasileira” tem ido mal no ano? Faça um exercício. Considere o desempenho do Ibovespa sem as ações da Petrobras. Expurgue também o desempenho das ações do setor elétrico. Vá mais longe. Como anda a performance dos gestores que têm maior discricionariedade na formação de sua carteira de ações, que não precisam seguir o Ibovespa? Os resultados vão surpreender quem não vê o mercado acionário como uma boa opção de investimento.

Continuar lendo