Monthly Archives: agosto 2014

O ocaso de alguns setores na bolsa

O Ibovespa é criticado pela concentração excessiva em ações de companhias de setores cíclicos, especialmente serviços financeiros e commodities. Mas já foi pior. No início da última década, apenas um setor – o de telecomunicações – representava quase 50% do índice. Atualmente, o segmento responde por apenas 2,4%, representado por três empresas: Oi (Telemar e Brasil Telecom), Telefonica Brasil (a antiga Telesp com a Vivo) e TIM. Outro setor que vem perdendo importância nos últimos tempos é o siderúrgico. Por que isso ocorreu? O futuro pode ser mais alvissareiro?

Continuar lendo

O silencioso e perigoso capital de giro

Com a contenção de custos nas gestoras de recursos e com a sobrecarga de trabalho das equipes de análise das corretoras, a atenção dos analistas se volta para indicadores mais óbvios: crescimento intertemporal da receita e dos custos, endividamento, margens operacionais, múltiplos. Com isso, variáveis importantes que afetam a necessidade de capital de giro e, como consequência, o fluxo de caixa são deixados de lado como o ciclo financeiro, o prazo médio de pagamento e o prazo médio de recebimento por exemplo.

Continuar lendo

Como a Nova Economia pode afetar a bolsa?

Analistas e gestores desconsideram em suas análises temas de destaque na imprensa como alterações demográficas e o aquecimento global. De que forma o arrefecimento estrutural do crescimento econômico e questões ambientais podem afetar o investimento em ações e na Petrobras em particular?

Continuar lendo