Monthly Archives: junho 2014

A esquizofrênica indústria de investimentos

Imagine que você fez uma viagem ao exterior e se deparou com produtos de alta qualidade e, melhor, baratos. Mas a grana estava curta e você não pode aproveitar a oportunidade. Tempos depois, você retorna ao mesmo lugar e, dessa vez, prevenido, leva dinheiro para ir às compras. Contudo, para sua decepção, os mesmos produtos que antes eram barganhas estão bem mais caros. Essa metáfora serve para exemplificar a situação do gestor de fundos, por exemplo. Nas crises, quando ativos de qualidade como ações, títulos públicos e privados se encontram depreciados, o gestor não recebe dinheiro novo dos clientes para adquirir as pechinchas. Pelo contrário, os investidores resgatam seus recursos, fazendo com que o gestor siga a manada vendendo os ativos baratos que fazem parte do fundo. Por outro lado, em momentos de calmaria, os ativos estão bem precificados e, em muitos casos, acima dos seus valores justos. É nessa hora que os gestores são agraciados com novos recursos sendo aportados no fundo. Esse administrador de carteira, embora reticente, vai às compras, contribuindo para tornar os ativos ainda mais caros. Por que é tão difícil fazer o certo: comprar na baixa e vender na alta?

Continuar lendo